Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Capacitação Profissional - Como Vender Sonhos

As pessoas não compram produtos e serviços, mas sim a realização do sonho proporcionado por cada expectativa superada.

Por isso, venda sonhos e não pesadelos! 




Turismo religioso – Centro Cultural Jerusalém


O Centro Cultural Jerusalém promove uma leitura transversal da história da cidade de Jerusalém, seu tecido social, sua vida simbólica, conflitos, contradições, desafios e expectativas sociais. Suas exposições unem dimensões históricas por meio de mostras de longa e curta duração, de âmbito nacional e internacional.

O Centro Cultural Jerusalém tem atividades que envolvem recolhimento, registro, pesquisa, preservação e devolução à comunidade de bens culturais – sob a forma de exposições textuais, bibliográficas e iconográficas. Com sua própria coleção – já em processo de formação por meio de aquisições e doações correspondentes à sua agenda – também com empréstimos de obras oriundas da embaixada de Israel para a execução de seu programa.

Inaugurado em maio de 2008, funciona como um espaço proativo de apoio à educação e desenvolvimento cultural do Rio de Janeiro. Construído, para discutir arte, cultura da imagem, educação e práticas curatoriais.

O projeto arquitetônico engloba 4 mil metros quadrados e inclui áreas de exposições e cerca de 2.400 metros quadrados, divididos em mezanino e térreo.

Os dois andares que formam a instituição são unidos por meio de um hall, uma cafeteria, sala de leitura, transformando-os em um conjunto harmônico.

O Centro Cultural Jerusalém surgiu através de resultados de pesquisas arqueológicas. O projeto foi planejado trazer a planta da maquete da cidade de Jerusalém do século I d. C., que já existia em Jerusalém para o Rio de Janeiro com a intenção de propagar a cultura de Israel no Brasil.

Então, foi trazido de kibutz da Galileia pedras brancas para a construção da maquete, vieram também profissionais da universidade hebraica de Israel (técnicos e arqueólogos) além de profissionais brasileiros e iniciaram a construção que perdurou cinco anos para a conclusão do inovador projeto no Brasil.

Por mais três anos foi construído a maior estrutura de maquete do mundo para abrigar esta relíquia de 736 m, com um sistema de iluminação que sugere as fases do dia, podendo ver: o amanhecer, o dia, o entardecer e a madrugada. Além de totens multimídia que interagem com o visitante trazendo mais informações históricas, referente aos monumentos representados na maquete, áudio e imagem e as exposições itinerantes com temas dinâmicos e envolventes.

O Centro Cultural Jerusalém – CCJ – hoje é uma fração de Israel no Brasil.  Contando com um teatro para 200 pessoas, uma representação do Rio Jordão em forma de batistério, como uma opção cultural de batismo, a sala de leitura com um acervo característico, e bibliografias variadas para incentivo à leitura e uma aconchegante cafeteria com confeitaria própria.

    Um lugar para quem busca entretenimento, arte, cultura, gastronomia e lazer. A antiga Jerusalém agora ao seu alcance sem sair do Brasil.



 
                                

Contatos:
Fone: + 55 (21) 2582-0140
Endereço: Av. Dom Hélder Câmara, 3970 - Del Castilho
Atendimento: de Segunda a Domingo das 9 às 18h


terça-feira, 7 de março de 2017

Centro Cultural Banco do Brasil


Poucos lugares reúnem tantas opções culturais e gratuitas,num espaço confortável como o CCBB. O prédio histórico situado na Avenida Primeiro de Março,  conta com atividades temporárias e permanente,  como o Museu do Banco do Brasil, frisando D. João VI, Barão de Mauá,  uma coleção de numismática e a transição econômica do Brasil entre os séculos XIX ao XX. Ir ao local é satisfação garantida.

A História

  • O CCBB Rio de Janeiro ocupa o histórico nº 66 da Rua Primeiro de Março, no centro da cidade, prédio de linhas neoclássicas que, no passado, esteve ligado às finanças e aos negócios. Sua pedra fundamental foi lançada em 1880, materializando projeto de Francisco Joaquim Bethencourt da Silva (1831-1912), arquiteto da Casa Imperial, fundador da Sociedade Propagadora das Belas-Artes e do Liceu de Artes e Ofícios.
  • Inaugurado como sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro, em 1906, sua rotunda abrigava o pregão da Bolsa de Fundos Públicos. Na década de 1920 passou a pertencer ao Banco do Brasil, que o reformou para abertura de sua sede. Esta função tornou o edifício emblemático do mundo financeiro nacional e duraria até 1960, quando cedeu lugar à Agência Centro do Rio de Janeiro e depois à Agência Primeiro de Março.
  • No final da década de 1980, resgatando o valor simbólico e arquitetônico do prédio, o Banco do Brasil decidiu pela sua preservação ao transformá-lo em um centro cultural. O projeto de adaptação preservou o requinte das colunas, dos ornamentos, do mármore que sobe do foyer pelas escadarias e retrabalhou a cúpula sobre a rotunda.
  • Inaugurado em 12 de outubro de 1989, o CCBB Rio de Janeiro transformou-se rapidamente em um dos centros culturais mais importantes do País. É a instituição cultural mais visitada do Brasil e a 20º no mundo, de acordo com o ranking publicado em abril de 2015 pelo The Art Newspaper (Inglaterra).
  • O prédio possui uma área construída de 19.243m².

Endereço e Funcionamento:

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

Rua Primeiro de Março, 66 - CentroCEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)(21) 3808-2020

ccbbrio@bb.com.brFuncionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.
Entrada grátis  Algumas programações,  como cinema e teatro, deverão ser consultadas.


Seguidores